quinta-feira, 2 de julho de 2015

C&A, mas não a loja


Conheço a C há mais de cinco anos. Conheci-a numa festa de um amigo que temos em comum e a empatia foi imediata. Ela foi super simpática comigo e falamos imenso nesse dia. Mais tarde ela veio parar à minha turma e a partir daí nunca mais nos largamos. Os meus amigos são os dela, os dela são os meus, somos comparadas a toda a hora por andarmos sempre juntas, vistas de trás somos iguais mas, sinceramente, a nossa relação já não é o que era há algum tempo. Acho que isso tem principalmente a ver com o facto de eu ter mudado a minha maneira de estar em relação a variadas situações e aquilo que procuro nas pessoas. Ela tem tido muitas atitudes que eu não gosto e é muito possível que esteja a ser injusta, mas nem sempre a nossa relação me parece verdadeira. Certos olhares, coisas muitas vezes insignificantes mas que ela conta em vez de guardar para ela, apesar de saber que me vão magoar, algumas observações e comentários menos felizes, etc. Já passamos por muito juntas mas parece que, à medida que me aproximo de outros amigos, cada vez mais me afasto dela porque vejo que eles me fazem muito melhor em relação a mim mesma, pouco ligam a materialismos e são muito mais descontraídos, embora estejam igualmente lá para mim quando estou mal. É precisamente por causa disso que eu percebo, de facto, o quão importantes são, para mim, pessoas como a A. Não é novidade que a minha vida está uma confusão, em termos de relações, e não é que passe a vida a encher-lhe o messenger e o telemóvel com mensagens sobre o quão a minha vida é deprimente ou sobre o quão ando desiludida com toda a gente, mas sei que posso fazê-lo a qualquer altura e ela estará lá para me ouvir pela milésima vez e responder com testamentos maiores do que os meus. A nossa relação é exatamente o que eu preciso. Somos diferentes em alguns aspetos e, no entanto, acabamos as frases uma da outra, pensamos nas mesmas coisas ao mesmo tempo, gostamos das mesmas músicas, das mesmas roupas e dos mesmos filmes, mas nunca dos mesmos rapazes. Posso não estar sempre com ela, dificilmente ela estará em minha casa em 5 minutos caso eu lhe peça, mas é a primeira pessoa em que penso quando quero falar sobre alguma coisa, quer seja sobre a escola, roupa ou festas. Nunca por um segundo que fosse senti inveja dela, ciúmes de alguma coisa muito menos me senti numa competição. São amizades diferentes. Não me interpretem mal, gosto muito da C, estamos só numa má fase.
A is like my soul sister.
C is like my body sister.

Um comentário:

  1. Sei bem daquilo que falas, também tenho duas amiga que são muito especiais para mim, uma sem dúvida é a minha soul sister, é com ela que conto SEMPRE.
    Mas a outra, a nossa amizade é... como hei de dizer tóxica? Idk, ela podia ser minha irmã, não que sejamos muito parecidas de corpo, mas porque temos uma ligação. Estás a ver aquelas pessoas com quem te dás mas nem sabes explicar porquê, pois é ela. Eu gosto imenso dela, mas sei que ela me faz mal.

    ResponderExcluir

Seguidores

Google+ Followers

About me

Blog Archive