terça-feira, 7 de julho de 2015

100% accurate (e adicionem boas notas nos exames onde diz
"social life")

Prison Break é tão mais que uma fuga da prisão... É romance disfarçado, um amor forte entre irmãos, planos de génio e lições de vida. Faz-nos questionar coisas para as quais daríamos uma resposta rápida, mas que se calhar não são assim tão simples (concordam com a pena de morte? eu defendia com unhas e dentes que sim, que devia ser permitida, mas agora...); faz-nos ver os dois ou três lados de uma situação, porque o mau nunca é só mau e o bom nunca é só bom; faz-nos ficar presos a um ecrã cinco horas por dia. Dou graças a Deus por me ter lembrado de ver esta série e por tê-lo feito agora que acabou. Não conseguiria aguentar uma semana que fosse depois de ver um episódio, qualquer episódio. Porque pode ser o 2º, o 7º, o 15º ou o último da temporada e, quando passarem os 40 minutos, vamos sempre estar de boca aberta a clicar no próximo, porque temos que saber imediatamente o que acontece a seguir. Quem não vê, não faz mesmo ideia do que está a perder!

3 comentários:

  1. Também já tinha pensado nisso... Não aguentava ver esta série em tempo real

    ResponderExcluir
  2. Quando acabar todas as séries que tenho para ver, começarei, definitivamente, a ver esta!

    ResponderExcluir
  3. R: Não sou o que chamo estereótipo de fã de artistas/bandas, principalmente, pop, mas pode dizer-se que gosto muito de 90% das músicas dele e da humildade que aparenta ter :)

    ResponderExcluir

Seguidores

Google+ Followers

About me

Blog Archive