sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Séries | Reign


Comecei a ver Reign quando a A, ainda em Hook Line, fez um post sobre a série que me despertou curiosidade. Depois de ver uma promo ou duas, lá fui eu aventurar-me. Adoro histórias de época, adoro histórias baseadas na realidade, adoro séries da CW, adoro triângulos amorosos... portanto, tinha tudo para dar certo!


Descreveria Reign como uma mistura entre Gossip Girl, Game of Thrones e ainda The Vampire Diaries. Não me interpretem mal: não é por ter um bocadinho de cada uma que citei que é melhor do que qualquer uma delas. Pelo menos, não é a minha opinião. 

Mary e Francis

Reign conta-nos a história de Mary, rainha da Escócia e prometida ao próximo rei de França, que vive num convento desde os seis anos para sua própria segurança, sendo esta ameaçada pelos ingleses, que veem em Mary uma ameaça para a suposta próxima sucessora ao trono. Muitos anos depois, Mary volta à corte francesa para casar com Francis (sucessor ao trono francês), garantindo assim uma aliança entre a Escócia e a França. No entanto, e como qualquer série, há outros pretendentes, há conspirações, complicações e traições, sendo desta maneira que se passam os episódios. 

Bash e Francis, meios-irmãos

Tenho que admitir que no início (nos primeiros 10/15 episódios) estava bastante entusiasmada, vi tudo num ápice. Depois, achei que perdeu o interesse e deixei de acompanhar. Não vi a segunda temporada e foi preciso um grande esforço para acabar a primeira. Agora, estou a ver de novo com a minha irmã mas tenho a impressão de que vai acontecer o mesmo quando chegar a meio. Veremos!

Mary e 3 das suas 4 damas/melhores amigas

Pontos positivos:
- A Mary é uma excelente personagem. Destaco-lhe a personalidade forte e postura, bem como a generosidade e simplicidade.
- Guarda-roupa das personagens femininas (principalmente o da Kenna, uma das amas e melhores amigas de Mary).
- Bash. Só porque é giro que se farta e super, super fofinho (apetece mesmo apertar-lhe aquelas bochechas).
- Banda sonora, bem ao estilo da CW.
- Rainha Catherine (mãe do Francis) e o seu sarcasmo.
- Representação da vida na corte.

Pontos negativos:
- Repetitiva e monótona a partir de determinado ponto.
- Algumas decisões dos realizadores não fazem sentido/são incompreensíveis, pelo que a série perde a coerência.
- Amores para sempre de pessoas que se conhecem há dois dias, bem ao estilo da CW.

Classificação IMDb: 7,7.
Minha classificação: 6,5/10.

Um comentário:

  1. Adorei a primeira temporada de reign. Vi-a de enfiada, e embora o triângulo amoroso me tenha irritado um pouco foi suportável, porque ao contrário da maioria dos triângulos amorosos nos quais eu tenho o meu casal de eleição, neste eu andei confusa sem saber quem eu preferia.
    No entanto a segunda temporada.... Ai credo, não gostei nada. Sem ser spoiler. Se tiveste dificuldade a ver a primeira, não sei se conseguirás avançar muito na segunda, porque todas as personagens tomam decisões estúpidas e contraditórias constantemente. É muito frustrante.

    ResponderExcluir

Seguidores

Google+ Followers

About me