domingo, 23 de agosto de 2015

Séries | Orange is the new Black

Aviso: Este post retrata a minha opinião atual da série, após ver 7 episódios. Como é óbvio, esta pode vir a mudar no futuro.


Esta era uma das séries que já queria ver há algum tempo. Nunca soube bem qual era o género (aventura, ação, drama...) mas sabia  que se passava no interior de uma prisão e, visto que Prison Break correu mais que bem, decidi experimentar. 



Orange is the new Black conta a história de Piper, uma mulher comum que fica noiva do amor da sua vida, mas decide entregar-se por um crime que cometeu há vários anos atrás. A pena é curta mas a adaptação à vida na prisão não é fácil. Entre prisioneiras que mandam praticamente mandam no lugar a drogadas, passando por mulheres com distúrbios mentais e guardas corruptos e nojentos, Piper vê-se com dificuldades num mundo muito diferente do seu. No entanto, uma das coisas que achei engraçada foi a diferença entre a prisão desta série e das de Prison Break. Nesta, as prisioneiras têm muita mais liberdade e são tratadas como qualquer pessoa cá fora. Dormem em quartos normais sem grades, podem contactar umas com as outras a qualquer hora, tratam de tudo lá dentro, inclusive das limpezas e das refeições. É quase como se estivessem em casa. Em Prison Break não é naaaada assim.

Fui surpreendida por uma comédia, que não é definitivamente o meu género de série/filme. O que eu acho é que é engraçadita, dá para descomprimir e passar o tempo, mas não é uma série que consiga ver horas seguidas nem que me ponha com o coração na boca, preocupada com o que vai acontecer a seguir. Como já tem 3 temporadas, ainda tenho menos vontade de ver. Preocupa-me a perda de tempo que será caso a série seja toda como é nos primeiros 10 episódios: sem muita história, sem muito por onde lhe pegar, muito superficial. Por isso, vou vendo... de vez em quando, de longe a longe.

Pontos positivos:
- A Piper é uma personagem muito cómica.
- As relações lésbicas são retratadas com muita naturalidade.
- Há prisioneiras ricas, pobres, pretas, brancas, velhas, novas, transexuais estando, portanto, representados vários grupos sociais. 
- Serve como passatempo.

Pontos negativos:
- O argumento não é nada por aí além.
- Não é épica/viciante.

Classificação IMDb: 8,4 (what the f-ck)
Prefiro não dar a minha classificação, visto que é um tipo de série ao qual não estou habituada e portanto não sei o que deva esperar. Mas porra, só tem menos uma décima que Prison Break e não pode ser! Eu sei que são séries muito diferentes, mas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

About me