domingo, 14 de setembro de 2014

(coisas a mudar em mim)


Consigo ser chata, muito chata. Nunca ninguém mo disse mas apercebo-me disso sozinha. Não sou de falar muito, mas quando começo a falar de alguma coisa que gosto (basicamente, tudo o que menciono na página Favoritos, aqui no blogue), posso fazer monólogos de horas. Há coisas pelas quais sou completamente apaixonada e faço questão que todo o mundo saiba, mesmo que isso não lhes interesse para nada. 

Se me perguntarem que séries vejo, vou provavelmente dizer-vos quantas, quais, as minhas de eleição, a história de cada uma, a que tem melhor banda sonora,  porque é que esta é melhor que aquela, o melhor ator e atriz e as melhores personagens de cada uma. E, durante todo este tempo, vocês vão ficar a olhar para mim com cara de paisagem e eu não vou querer saber. Vou concluir a minha descrição.

Há ou um dois anos, estava interessada num rapaz com quem tinha falado duas ou três vezes. Era super simpático e tal. Não sei a que propósito, começou a falar-se de TVD. Nesse dia, à noite, mandei-lhe 100 fotografias da Nina Dobrev para lhe provar que ela era realmente linda. Escusado será dizer que a relação não deu em nada. Atualmente, acho que o rapaz muda de rua quando me vê. 

O que tenho a dizer a isto? Paciência. Vou continuar a falar com emoção de tudo o que adoro e assustar o número de pessoas que for necessário. Um dia, alguém se vai apaixonar pelo meu brilho no olhar enquanto faço um dos meus discursos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

About me