sábado, 23 de agosto de 2014

sair à noite


No próximo sábado à noite, os rapazes da minha turma vão fazer uma "sleepover" no apartamento do L, na Póvoa. E estão a tentar combinar com as meninas a ida a um bar/discoteca cá da zona. Como é óbvio os meus pais não me vão deixar ir. A verdade é que tenho apenas 15 anos - é aqui a parte em que todos lhes dão razão -, mas como entrei mais cedo um ano para a escola, estou habituada a sair com gente um ano mais velha que eu e é um pouco difícil para mim aceitar que todos eles possam ir sair sem problema e eu não. Para além de que, dentro de quatro meses, faço 16.  Nunca saio à noite, excepto no Carnaval, no S. Pedro e no S. António (nunca cheguei a casa depois das 3h da manhã - e chegar às 3h só aconteceu uma vez). Sou completamente contra aquelas miúdas, que ainda nem 16 anos têm e saem todos os fins-de-semana, até de manhã, com altos decotes e minissaias. Esta seria uma saída excepcional.
Por isso sim, acho que merecia esse voto de confiança da parte deles, nem que seja pelo simples facto de ser uma menina "às direitas", com boas notas, e na qual eles sabem (ou deveriam saber) que podem confiar. Ainda para mais, eles conhecem a minha turma e sabem que todos são boas companhias. Mas já sei como eles são e se falar outra vez no assunto vou ouvir 10x a frase "estás a querer crescer muito depressa". Enfim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

About me