segunda-feira, 8 de junho de 2015

acho que nunca fiquei tão parva na minha vida

A última semana tem sido um stress e uma correria de um lado para o outro. Estudar para o último teste, enviar o último trabalho, fazer a última apresentação, escrever textos gigantes nas autoavaliações (eu sou esse tipo de pessoa), ir a festas na piscina, ir ao Porto, ir às Antoninas.

O meu plano era conseguir média de 19 ou mais este ano, mas acho que me vou ficar pelo 19, se tudo correr bem. Este 'se tudo correr bem' tem a ver com um episódio que se passou sexta-feira. A professora de matemática não fez a heteroavaliação, ou seja, não nos deu ideia da classificação que iriamos obter no final do ano. Como detestamos surpresas desagradáveis e queríamos poder fazer alguma coisa sobre o assunto, caso ela planeasse dar-nos a nota abaixo da que queríamos, falamos com a DT (a prof de Biologia). Ela disse logo "têm a certeza? não fez mesmo? é que faz parte do regulamento interno os professores darem conhecimento aos alunos das classificações que lhes pretendem atribuir..." e, portanto, na última aula de biologia, lá apareceu a prof para dizer as notas. 


Vinha com cara de chateada, provavelmente pelo facto de a termos sujeitado àquela situação de repreensão por parte da DT e "humilhação" por ter que fazer aquilo que queríamos que ela fizesse e que ela não parecia querer fazer. Talvez por esse ou por outro motivo qualquer, começou a disparar notas abaixo daquelas que toda a gente tinha pedido. Apesar de não serem notas injustas, ela não ajudou nadinha, como é costume os professores fazerem no final do ano. A minha média deu 18,1 e a nota que ela propôs foi um 18,  a média da A deu 15,1 e a nota que ela propôs foi um 15, e por aí fora. Não estão a perceber a minha revolta. Este período as minhas classificações foram de 19,0 (melhor nota da turma) e 18,6 (este 18,6 seria um 19,8 caso ela não me tivesse tirado 1,2 valores por uma merdinha de nada); sou aquela aluna que vai em toooodas as aulas ao quadro, mais do que uma vez se ela deixar; faço todas as fichas que ela manda, todos os exercícios que ela propõe e a estúpida não percebe que um 19 este ano (que não é uma nota assim tão puxada para cima) faz toda a diferença na nota com que irei a exame? Comecei a chorar com a raiva e disse-lhe tudo aquilo que escrevi anteriormente e ainda acrescentei que "assim, realmente as escolas públicas nunca terão hipótese contra as escolas privadas", "é por isso que os bons alunos se põe todos a andar daqui para fora" e ainda "esta escola é uma palhaçada, só se ajudam os fracos, os bons alunos ninguém ajuda".

Aquela professora mete-me nojo a falar das notas. Ela age como se não pudesse fazer nada para contornar os critérios: "ai meu Deeeeus, o que é que eu faaaço, esta aluna subiu tanto e não lhe posso dar positiva porque a média dá 9,2, estes critérios são horríveis" ao que nós respondemos, de todas as vezes "mas se a professora acha que ela é uma aluna de positiva, só tem que justificar o porquê de lhe ter atribuído essa nota... os critérios e as médias são só para servir como guias". Mas ela faz uma cara de coitadinha do tipo *está fora do meu alcance, portanto ela vai levar com o 9*.


Entretanto a prof de Biologia interveio para acalmar os ânimos: "calma I, a professora B ainda vai pensar no assunto, com certeza... e depois em conselho de turma também se vai discutir muito bem isso". A outra ainda se tentava justificar e só me apetecia mandar-lhe um estalo porque de cada vez que ela falava, a frase começava com "a tua média...", e eu respondia-lhe outra vez que nós não somos números, que a prof está connosco todos os dias, sabe que tipo de alunos somos, que trabalhamos e que não lhe custava nada ajudar-nos.

Quando ela já se preparava para ir embora, eu não queria deixar morrer o assunto e, portanto, quando ela disse "eu tenho ali a folha de excel, se quiserem ver os dados", eu respondi "eu quero, se faz favor" e ela lá foi buscá-los. Começou toda a gente aos berros, revoltada e a professora de Biologia veio à minha beira; "também não é preciso ficares assim! Se a tua média dá, de facto, 18,1, eu vou propôr em conselho de turma o 19 e vou argumentar o que for preciso para ela te dar o 19. E tu igual, A. E se mais alguém quiser que eu fale de alguma coisa no conselho de turma, mandem um mail bem argumentado que eu depois discuto, na vossa reunião". A outra voltou depois sem a folha de excel, porque pelos vistos esqueceu-se, mas continuava amuada e já nem respondia a ninguém.

***

Ontem, mandei um mail à DT para a lembrar de que queria que ela falasse da minha nota e voltei a escrever tudo o que tinha dito na aula. A maior surpresa foi a resposta dela: "Ok I, está apontado. Farei de tudo para que tenhas o teu 19! Precisamos de alunos com garra, que lutem para ter o máximo! E espero que o façam também na avaliação externa; que deem o vosso máximo para conseguir excelentes classificações nos exames. Beijinho, ...". Devo ter ficado a olhar para o mail 10 minutos. Devo relembrar que ela é a professora que me fez a vida negra durante o ano inteiro, que me mandava bocas todas as aulas, que passava a vida a criticar tudo o que eu fazia, que disse repetidas vezes que eu não conseguia chegar mais longe, que me chamou de todos os nomes e mais alguns quando discutimos uma vez, numa aula, etc. Essa é a mesma professora que vai 'fazer de tudo' para a professora de matemática me dar o 19 e me está a pensar dar o 19 tendo eu média de 17,2, para eu conseguir a exame com 19. Ela é a prof mais bipolar e what the fuck que já tive em toda a minha vida, acho que ainda não caí em mim com aquele mail. 


As notas saem amanhã, estou ansiosíssima para ver se afinal tudo isto valeu a pena. Espero que sim e se não, vou fazer questão que a minha professora de matemática saiba que é por causa dela que vou mudar de escola (apesar de não ser só por causa dela). Por agora, vou ver se acabo o plano de estudos visto que faltam 10 DIAS para o exame de Físico-Química e 14 para o de Biologia... vai ser lindo.

6 comentários:

  1. Olha minha querida,
    Mereces o 19 a Matemática. Estou na mesma posiçã que tu a minha média dá 18.2 e como subi muito meste último período o stor vai dar-me o 19. ( Mantém a calma desde que para o ano tires 19 ficas com ele mesmo com o 18 deste ano)
    Ora quanto ao 17.2 a Bio dar 19. Acho muito injusto. Tenho 18.7 de média a Bio, dá 19, nota com que vou a exame. Acho muitoooo injusto se te subirem dois valores. Isso é que está mal nas escolas públicas. 17,2 tenho eu a português e nem 18 tenho quanto mais ( e também sou a aluna participativa que faz tudo). Não devem haver duplo critérios.
    Esse 19 a Bio seria o cúmulo, desculpa dizer-te.
    Boa sorte para os exames, que sejam fáceis como dizem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não deves falar assim sem conhecer bem o assunto e todas as variáveis. A minha professora de Biologia preparou-nos de uma forma excelente para exame, visto que ela dá formação a professores que corrigem exames. Ela está por dentro do assunto e sabe bem o grau de dificuldade esperado. Como tal, os testes dela não são nada, mas nada fáceis: documentos de interpretação complicada, perguntas de desenvolvimento puxadinhas e perguntas de escolha múltipla igualmente difíceis. Para além disso, ainda faz testes laboratoriais nada, mas nada, fáceis e não nos dá 20 ou classificações do género nas atitudes e valores. Ainda assim, tirei 17,5 nos dois testes este período o que são, sem dúvida, notas para 18, mas há que ter em conta que com outro professor conseguiria facilmente um 18,5 ou um 19 nos testes. Ela sabe disso e, portanto, no final do ano ajuda-nos sempre. É verdade que subir de um 17,2 para um 19 é muito mas ela teve também em conta que o 19 faz diferença na nota com que vou a exame e não acha que devamos ser sempre prejudicados (nas notas dos testes e nas notas finais) pelo facto de ela fazer testes tão complicados.
      Essa revolta toda, devias dirigi-la a escolas privadas. Lá, subir 3/4 valores à média é o dia-a-dia e esses alunos vão connosco a exame e entram à nossa frente na faculdade. O que está mal nas escolas públicas não é darem 2 valores, é não o fazerem mais regularmente. Já que os colégios privados não vão mudar a sua filosofia, mudemos nós a nossa e 'lutemos com as mesmas armas' que eles, caso contrário acabaremos sempre por ser os prejudicados.
      Boa sorte também para ti, beijinho*

      Excluir
    2. Não acho que devam dar dois valores "regularmente". Mas pronto são opiniões.
      Às vezes as vivências são tão diferentes que nem vale a pena tentar argumentar.

      Excluir
    3. Então não te importas que te continuem dar exatamente a nota que mereces, quando nos colégios se continua a subir aos 3/4 valores? Eu acho que sendo assim, é melhor que seja para todos, mas é como dizes... :)

      Excluir
  2. Eu acho que não se deve subir a ninguém dessa forma senão não tarda a sermos "justas perante a injustiça" estamos a precisar de uma escala de 30 valores (que deixa que te diga era muito melhor).
    Olha eu sou de Centro e aqui toda a gente tem a mesma ideia. No norte facilitam mais ( isso ou vocês são muito mais espertos que nós - Já viste a diferença da média de Medicina no Porto e em Lisboa?). O nossos stores, e falo por experiência própria se puderem ainda nos baixam a nota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então informem-se melhor porque isso é mentira, basta ver os rankings dos exames. As melhores classificações são tanto de Lisboa como do Porto, aliás 16 das 20 escolas melhor classificadas são no centro/sul e são praticamente todas privadas (que, como eu continuo a dizer, deveriam ser o alvo da vossa indignação e não as públicas). Quanto ao facto de os vossos professores serem como descreves: primeiro, há em todo o lado professores desse género e segundo, deves reclamar com esses e não com os que ajudam os alunos. Não é porque o vosso ensino é "mau" que o do resto do país também tem que ser, não é?
      Vá, deixem lá de generalizar porque tal como em todo o lado, há cá professores bons e professores maus, alunos trabalhadores e alunos desleixados, etc. Espero que consigas alcançar os teus objetivos, beijinho*

      Excluir

Seguidores

Google+ Followers

About me